miopia em crianças, alerta para pais, buffet infantil, festa infantil, teste do olhinho

Alerta: miopia em crianças

O número de ocorrências de miopia em crianças tem crescido e isso pode estar relacionado ao uso excessivo das telas. Smartphones e tablets têm ocupado um tempo enorme na rotina das crianças e isso é preocupante. Segundo o Dr. Luiz Carlos Molinari, do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), “crianças que jogam nos celulares por mais de quatro horas por semana têm sido afetadas por miopia oito vezes mais em relação àquelas que não usam por tanto tempo”.

Os dados são tão alarmantes que o CBO prevê que, até 2050, metade da população apresentará problemas na visão. Atualmente, esse número é equivalente a 20% da população. E a miopia em crianças em idade escolar já tem essa mesma proporção.

Mas o que é a miopia?

A miopia é um problema ocular que faz com que objetos distantes pareçam desfocados. Ou seja, é uma dificuldade de ver com perfeição, coisas que estão mais distantes do observador. Sua origem está associada à genética, contudo, a exposição às telas de forma frequente também tem apontado para o desenvolvimento desse mal.

Há tratamento?

Embora a miopia dificulte a visão das pessoas, ela é considerada, de certa forma, benigna. Isso ocorre porque ela pode ser corrigida, satisfatoriamente, através do uso de lentes corretivas (óculos ou lentes de contato). Além do mais, há também a opção de cirurgia, que muda a refração do olho, corrigindo os vícios de refração.

E como identificar a miopia em crianças?

Independente das soluções apresentadas para a miopia, o importante é identificá-la o quanto antes. Quanto mais cedo for feito o diagnóstico, mais rápidas, então, serão as ações para corrigí-la.

A miopia em crianças começa a se desenvolver bem no início da infância. Por isso a importância de fazer os exames oftalmológicos já a partir do nascimento, começando pelo teste do olhinho.

O teste do olhinho deve ser feito até o primeiro mês de vida da criança e repetido no primeiro ano de vida e também aos quatro anos. Em seguida, deve-se fazer o exame oftalmológico anualmente.

Mas a observação, tanto por parte dos pais quanto dos professores, pode ajudar muito a detectar a miopia em crianças. Se sua criança apresenta algum dos comportamentos abaixo, vale a pena procurar um especialista para verificação se há algum problema. Os comportamentos que podem indicar problemas na visão são:

– posicionar o rosto bem perto das telas de TV, computadores, tablets e celulares

– dificuldade em ver letras e/ou objetos distantes

– dificuldade em ver com clareza o conteúdo exposto em quadros durante as aulas

– apertar os olhos com frequência quando se quer ver mais longe

Há formas de evitar o desenvolvimento da miopia?

A exposição à luz solar pode ajudar muito na redução de progressão da miopia em crianças. Isso acontece porque a luz natural estimula a dopamina que, por sua vez, ajuda na redução da miopia. Ao ficar exposta à luz solar, a criança desenvolve a capacidade de focar objetos não próximos.

Entretanto, é importante ficar atento à permanência excessiva diante dos dispositivos eletrônicos e adotar medidas protetivas. Piscar os olhos, por exemplo, ajuda na lubrificação da córnea. Fazer pausas das telas a cada 20 minutos é uma boa prática, já que a exposição às telas é prejudicial.

Quando procurar um especialista?

Se, ao observar sua criança, perceber qualquer uma das dificuldades citadas acima, procure um médico. Faça prevenção, através dos exames regulares. E, em caso de irritação ocular, dores de cabeça ou dificuldade de focalizar objetos, procure um oftalmologista. Jamais administre medicamentos ou colírios, sem indicação de um profissional. A visão da sua criança agradece!

 

por Liliane Oliveira

Nenhum Comentário Ainda

Deixe o seu comentário!

To Top