festa junina, festa de são joão, arraial, quadrilha, festa infantil, buffet infantil, salão de festas, pipoca, rainha da pipoca, milho, fogueira

Festa junina: vem que tem quadrilha no arraial!

 No dia 12 de junho de cada ano tem início a festa junina, também conhecida como festa de São João. Essa festa se encerra no dia 29 de junho, mas a quem a comemore em datas diferentes desta. Então, fica válida a regra geral de que o mês de junho é mês de festança no arraial.

Mas como surgiu a festa junina?

No período colonial, os portugueses introduziram a festa junina no Brasil, a partir da festa joanina, como é chamada lá. Mas quando essa comemoração se enraizou em solo brasileiro, ela também recebeu influência indígena e africana, o que a torna uma festa multicultural. Diante de tanta diversidade, a festa de São João tem características diferentes de acordo com o local onde é festejada.

E ainda que a festa junina seja comemorada em todo o país, ela é uma festa tipicamente nordestina. Nessa região, devido os intensos períodos de seca, a população se reúne, anualmente, para agradecer os santos pelas chuvas. As chuvas favorecem a boa colheita de milho, por isso nas festas há diversos pratos feitos com esse grão.

Quais são os pratos típicos da festa de São João?

São comuns na festa de São João o milho cozido, a canjica, a pamonha, broa de milho e muita pipoca. Para completar esse cardápio festivo também tem arroz doce, cocada, quentão, vinho quente, bolo de amendoim e pé de moleque.

Todos esses quitutes ficam disponíveis em barraquinhas dispostas dentro do arraial, o local onde ocorre a festa. A decoração desse arraial fica por conta de bandeirinhas e fitas coloridas além do famoso balão de São João. E não se pode esquecer da fogueira, afinal, ela ajuda a aquecer as noites frias de festa junina.

E tem quadrilha nesta festa?

A farra de toda essa festança no arraial fica por conta do forro e da quadrilha, a dança típica da festa de São João. A quadrilha, de origem francesa, é uma dança que ocorre ao redor da fogueira, onde os casais, vestidos à moda caipira, comemoram felizes, o casamento do rei a da rainha da pipoca. E a diversão fica ainda melhor com todas as brincadeiras comuns desta época, como a pescaria, por exemplo.

O Festa na Floresta, festeiro que é, não perde jamais a oportunidade de uma boa e inesquecível festança, seja ela junina ou não. Aproveite então essa época tão festiva e animada para festejar também. Vem! Vem pra floresta! A gente vai amar fazer a sua festa!

por Liliane Oliveira

Nenhum Comentário Ainda

Deixe o seu comentário!

To Top