festa infantil, buffet infantil, salão de festas, regras de etiqueta em festas

Regra de Etiqueta em Festas

Todo mundo já ouviu falar em regra de etiqueta. Mas será que todos conhecem a regra de etiqueta em festas? Organizar um evento memorável tem uma boa dose de arte e muito depende da qualidade dos anfitriões. Entretanto, são os convidados que selam, com chave de ouro, uma boa festa. Por isso a importância de ressaltar algumas formas de comportamento que são esperadas e outras que devem ser evitadas. Vem descobrir como ser um convidado de ouro!

A primeira regra de etiqueta passa pelo campo da gratidão. Ao ser convidado para um evento festivo leve em consideração que você foi escolhido entre outras muitas pessoas. E isso significa que você é, de alguma forma, importante para os anfitriões. Então, ao receber um convite seja gentil e agradeça não só a oportunidade, assim como a honra de ter sido considerado.

Segunda regra: você é um convidado, não o anfitrião da festa. E isso quer dizer que você não pode sair levando quem você quiser á tiracolo. Respeite o convite direcionado unicamente à você e, em caso de não conseguir comparecer, avise aos organizadores. Assim eles poderão se reorganizar e até mesmo escolher uma outra pessoa que não tenha sido convidada para ocupar o seu lugar.

Responda ao RSPV! Essa é a terceira regra de etiqueta. Quando os anfitriões solicitam essa confirmação de presença é com o intuito de oferecer a melhor experiência festiva para você. Diante disso, responda prontamente com um ‘sim’ ou com um ‘não’, se for o caso. Mas não faça essa confirmação verbalmente, pois dificilmente o organizador vai conseguir lembrar de todos que optaram por essa modalidade.

A regra de etiqueta é sempre positiva: respeite-a!

Quarta regra! Caso seja solicitado um traje específico, respeite-o. Obviamente que, independente do traje solicitado, não significa que você tenha que perder o seu estilo. Caso não seja solicitado, use um que combine mais com a ocasião.

Não seja inconveniente. A quinta regra da etiqueta é exatamente esta: não banque o fiscal da festa. Afinal, você foi convidado para curtir a ocasião, celebrar com os anfitriões e alegrar-se com cada momento propiciado. Não banque o reclamão se o ar não estiver na sua temperatura preferida ou se o canapé servido não é o que mais te agrada. O mesmo vale para o estilo musical executado na festa: sem essa de ficar pedindo o DJ para trocar. Não se esqueça: você é um convidado de honra, mas isso não te faz dono da festa!

Sexta regra: tenha e use o bom senso ao ingerir bebidas alcoólicas. Como dito, a festa é uma ocasião para celebrar e não para pagar mico ou até mesmo para envergonhar os anfitriões. Então, tenha cautela ao beber, reconhecendo seus limites e evitando estragar a festa.

Se você tem aquele smartphone super power com câmera de alto desempenho, a sétima regra de etiqueta é para você. Você não é o fotógrafo, é um convidado. Sendo assim, nada de ficar atrapalhando os profissionais contratados para registrar os melhores momentos da festa. Pode fotografar? Pode, claro! Mas sem intervir no trabalho dos outros.

A oitava regra fecha esse ciclo com a primeira sugestão: gratidão. Mas gratidão, de novo? Sim, de novo! Mas não pelo mesmo motivo. Essa dica vale para os anfitriões. Seja grato por cada presente recebido. Grande, pequeno, colorido, monocromático, não importa. O seu convidado investiu tempo e recursos para lhe oferecer algo por essa ocasião especial. Então, agradeça. Seja pessoalmente, ao receber o presente. Seja depois da festa, através de cartões ou e-mail. O que vale, portanto, é ser grato por tudo e sempre. Combinado?

por Liliane Oliveira

Nenhum Comentário Ainda

Deixe o seu comentário!

To Top