desenvolvimento infantil, festa na floresta bh, 0 a 6 meses, buffet infantil, festa infantil bh

Desenvolvimento Infantil – 0 a 6 meses

O desenvolvimento infantil de um bebê do nascimento até os 6 meses de idade é bem perceptível, mesmo para leigos. O físico, o intelecto, a interação social e o amadurecimento emocional sofrem mudanças que proporcionam uma surpresa diferente a cada dia de vida. O Festa na Floresta BH preparou este post com os acontecimentos que podem acontecer com o seu bebê nessa fase do desenvolvimento infantil do seu filhote.

Fisicamente, os músculos e o sistema nervoso começam a se fortalecer. Aqueles movimentos bruscos e descontrolados passam a dar lugar a movimentos mais progressivos tanto da cabeça, quanto do corpo e dos membros. Há bebê que já ergue sua cabecinha com apenas 8 semanas de vida, se deitado de barriga para baixo e, aos 4 meses já consegue ter o controle completo do crânio. A partir daí passa então a usar os demais membros do corpo e começa a rolar de um lado para o outro, seja pelo prazer de se mover, ou pelo desejo de alcançar algum objeto que lhe pareça interessante. Por isso a importância de mantê-lo deitado sempre em ambientes seguros, livres de quaisquer riscos de queda e longe de objetos pequenos que possam ser engolidos. Nessa fase, ele já quer brincar. A alimentação e o sono começam a manter um ritmo mais pontual. A visão se desenvolve rapidamente também. Com um mês de vida já consegue focar objetos a 90cm de distância e a partir daí conseguirá também acompanhar o deslocamento de pessoas, animais e objetos. Até os quatro meses a visão do bebê estará bem próxima da visão adulta. A audição também dará saltos nessa fase. A partir de dois meses o bebê terá condições de reagir ao que ouve. A partir dos quatro meses será sensível até mesmo às modulações de voz.

Intelectualmente, o bebê se desenvolverá através dos sentidos. Vai tentar emitir seus próprios sons e a partir dos quatro meses será capaz de imitar sons que ouve ao seu redor. Mas é por volta do sexto mês que virá o mais esperado ‘mamã’ e ‘papá’.

Socialmente, o bebê saberá separar bem a pessoa responsável pelos seus cuidados das demais. Com um mês e meio já poderá sorrir intencionalmente. Antes desse período ele pode sorrir, mas normalmente são efeitos dos reflexos neurais do próprio desenvolvimento. Normalmente se sai bem na presença de outros adultos e crianças, mas a partir do quarto mês, por ser capaz de reconhecer pessoas que lhe são mais frequentes, poderá reagir às demais de forma não tão social.

Emocionalmente, o bebê manifesta seus sentimentos através do corpo. Quando se aproxima da refeição ou da oportunidade de ganhar um colo gostoso, certamente ele apresentará movimentos que demonstrem imensa alegria, batendo as perninhas e bracinhos, por exemplo. Sua maior forma de comunicação se dá através do choro, emitindo um tipo de pranto diferente para cada situação. É comum que os choros estejam relacionados a necessidades bem específicas como fome, sono, calor, fraldinha cheia, dor. É crucial prestar atenção em cada choro para facilitar a compreensão do que o bebê precisa quando ele voltar a chorar. Nessa fase é bem comum que o bebê sinta um certo receio ou medo de barulhos muito altos, objetos estranhos e até pessoas que resolvem aparecer diante do pequeno de forma repentina. Por isso, opte por movimentos mais delicados ao lidar com ele.

O desenvolvimento infantil do nascimento até os 6 meses é uma alegria tão intensa que vale a pena ser acompanhada dia a dia e registrada. Seja com fotos ou vídeos, faça arquivos de cada mudança que conseguir captar. Quando ele crescer será super gostoso relembrar cada detalhe dessa fase tão linda.

Na semana que vem, o Festa na Floresta BH trará mais um post sobre o desenvolvimento infantil, mas desta vez será da fase compreendida entre os seis meses a um ano de idade. Não perca!! Mas enquanto isso, dê uma conferida no nosso site, fique ligado nas novidades e vem pra cá festejar com a gente. Vem pra floresta!

por Liliane Oliveira

Nenhum Comentário Ainda

Deixe o seu comentário!

To Top