desenvolvimento infantil, festa na floresta bh, buffet infantil, festa infantil, festa bh

Desenvolvimento Infantil – 06 a 12 meses

O Festa na Floresta BH propôs uma série de artigos que versam sobre o desenvolvimento infantil. Em prosseguimento a essa nobre tarefa de sintonizar papais e mamães aos seus filhotes, agora é a hora de descobrir o que um bebê poderá fazer dos 6 aos 12 meses de vida.

Fisicamente, a motricidade está a todo o vapor. O bebê já consegue sentar sem apoio e até mesmo ficar de pé. Poderá se arrastar ou engatinhar aos 8 meses e, a partir dos 9, ensaiar seus primeiros passinhos. Nesta fase ele já segura objetos de um modo bem mais firme e, a partir dos 10 meses, já consegue levar pequenos pedaços de comida à boca sem ajuda. O desenvolvimento infantil nessa fase é tão forte que o bebê poderá inclusive apontar para algo com o dedo indicador.

Intelectualmente, o aprendizado sensorial dessa fase se concentrará na boca. Os objetos que ele encontrar pela casa certamente serão abocanhados e levarão um banho de baba para o desespero total das mães, afinal, as bactérias terão acesso fácil ao mais novo explorador da família. Por isso, mantenha os ambientes sempre higienizados, bem como os objetos dispostos lá e sempre acompanhe de perto tudo o que o bebê apanhar para levar à boca. Nessa fase, objetos pequeninos podem ser engolidos levando ao engasgo e até à asfixia. Mas nem tudo é tensão nessa fase do desenvolvimento infantil. O bebê abrirá e fechará suas mãozinhas dando sinal de que quer algo e até emitirá sons que sugiram isso. A partir dos 10 meses ele já terá noções de causa e efeito o que provocará ações repetidas, como por exemplo, deixar um objeto cair. Ao pegá-lo de volta, o bebê certamente o jogará novamente para se certificar sobre o que acontecerá. Fique tranquila, ele vai jogar o mesmo objeto várias vezes no chão apenas por curiosidade, não leve para o lado pessoal e mantenha a paciência.

Socialmente, o bebê já pode interagir de forma mais ativa através de sons, gestos e expressões faciais. Ele facilmente conseguirá imitar pequenas ações como lavar o rosto, pentear o cabelo, etc. A partir dos 10 meses o bebê começará a se interessar pelo contato com outros bebês.

Emocionalmente, essa é a fase onde o vínculo afetivo com a mãe é consolidado. E junto com esse laço, vem também a ansiedade da separação – evento muito comum em bebês quando é separado da mãe, ainda que por pequenos instantes. A presença de pessoas estranhas também pode gerar certa ansiedade no pequeno, mas nada que fuja do esperado para esta fase do desenvolvimento infantil. A partir dos 8 meses o bebê já é capaz de ter maior consciência de si próprio, como indivíduo, e pode também já começar a demonstrar suas preferências. Os chamados objetos de apego podem ser muito importantes nessa fase para oferecer reconforto quando estiver triste ou agitado.

Apesar de já fazer um monte de coisas novas, tudo ainda é uma grande novidade para o bebê. Aproveite esses momentos únicos para incentivar o bebê a explorar o ambiente onde vive e sempre deixe claro para ele o quanto é bem-vindo e querido no seio familiar.

Na semana que vem, o Festa na Floresta BH trará mais uma fase do desenvolvimento infantil: de 1 a 2 anos. Fique ligadinho e não perca nenhuma parte dessa série! Vem pra floresta!

por Liliane Oliveira

Nenhum Comentário Ainda

Deixe o seu comentário!

To Top