alfabetização, letramento, buffet infantil, festa infantil, salão de festas, festa bh, eventos bh

Alfabetização e letramento

Aprender as letras e usá-las como recurso de comunicação é a premissa da alfabetização. Saber ler e escrever, são duas das ações mais fundamentais para o desenvolvimento social do indivíduo dentro de uma sociedade. Tamanha a importância desse processo, o governo federal instituiu, em 1966, o dia nacional da alfabetização. A designação dessa comemoração, no Brasil, ocorreu como forma de homenagear o Ministério da Educação e Cultura, criado em 1930.

Como dito, decifrar cada código, seja da língua portuguesa, inglesa ou outra é de suma importância. Entretanto, o processo de alfabetização, seja de crianças ou adultos, não é o fim da linha. Para o bom desenvolvimento do indivíduo enquanto ser social, é preciso mais.

O que mais deve ser observado além da alfabetização?

Depois que a criança, ou mesmo o adulto, é alfabetizado é de suma importância que eles também aprendam a entender tudo o que foi lido. Esse processo de entendimento, que vai além das técnicas de leitura, é chamado de alfabetismo funcional, também conhecido como letramento.

O alfabetismo funcional consiste em compreender cada tipo de gênero textual, dos mais simples até os mais complexos. E essa fase em todo o processo de alfabetização é crucial para o pleno desenvolvimento intelectual do indivíduo. Além disso, o letramento forma indivíduos autônomos, capazes de desenvolver pensamento crítico.

Mas como promover o letramento?

O processo de alfabetização e letramento precisa, antes de qualquer coisa, do comprometimento de pais e mestres com a educação. Crianças, e até mesmo adultos, são motivados pelo exemplo e pela importância que se dá a determinada coisa. Portanto, é preciso dar prioridade á alfabetização e ao letramento.

O contato com livros e o incentivo à leitura, são fundamentais para que esse desenvolvimento intelectual ocorra de forma saudável e promissora. Para isso há inúmeras opções, inclusive gratuitas, na maioria das cidades, a começar pelas bibliotecas públicas. Nelas, qualquer pessoa pode ter acesso a obras das mais diversas, não sendo necessário, desembolso financeiro.

Além do comprometimento e do acesso à literatura, também é preciso falar sobre esse tema. Embora o número de alfabetizados venha crescendo ao longo dos anos, o nível de letramento não tem se mostrado tão positivo. É preciso manter esse assunto em alta, utilizando, para isso, os diversos canais de comunicação disponíveis, para que todos abracem essa causa.

No dia nacional da alfabetização, leia. Mais que isso: incentive a leitura. Presenteie com livros, doe livros. Disso depende o futuro intelectual de nossa sociedade.

O Festa na Floresta reconhece a importância de se construir uma sociedade cada vez mais apta a dirimir suas próprias causas. Uma sociedade dotada de conhecimento, onde todos possam ler, compreender e ser agentes de mudança onde quer que estejam.

por Liliane Oliveira

Nenhum Comentário Ainda

Deixe o seu comentário!

To Top