gripe, resfriado, doença, doença infantil, prevenção de doenças, buffet infantil, festa infantil, salão de festas,

Gripe ou resfriado: como discernir e prevenir a doença

O outono chegou e com ele as mudanças bruscas na temperatura. Esse comportamento climático, devido a alternância na temperatura, aumenta a chance de resfriado e gripe, principalmente em crianças. E como se não bastasse, as crises provenientes de alergias, rinite e bronquite também aparecem com mais força e frequência.

O dia começa frio, depois esquenta, e de repente volta a esfriar novamente. E assim vai por toda a estação. Então, com o objetivo de ajudar as famílias a prevenir esse mal, o Festa na Floresta preparou algumas dicas bem úteis. Confira!

Como proteger as crianças contra a gripe e o resfriado?

A prevenção é uma das melhores alternativas contra a incidência desses episódios de gripe e resfriado. Portanto, mantenha as crianças agasalhadas de forma que elas suportem bem essas mudanças bruscas na temperatura. Como a temperatura aquece e esfria sem avisos, opte por agasalhos abertos, que sejam mais fáceis de tirar e recolocar.

Uma outra dica é evitar deixar as crianças expostas ao vento, afinal eles trazem uma sensação ainda mais gelada. Entretanto, é importante salientar que isso não significa manter as crianças em ambientes fechados. Mesmo em tempos de frio, recomenda-se manter os ambientes bem ventilados.

A ingestão de água nesse período também é muito importante, pois a exposição ao frio, ainda que agasalhado, pode desidratar. Aliás, para saber a quantidade de água ideal para cada pequeno, basta multiplicar o seu peso por 0,3l da bebida. Uma criança de 20kg, por exemplo, deve ingerir cerca de 600ml de água por dia.

A higienização do ambiente, através da limpeza diária, também ajuda muito a aliviar crises alérgicas, de rinite e bronquite. Além de manter o ambiente sadio, a retirada do pó é um trunfo para quem quer evitar a gripe e o resfriado.

Contudo, se ainda assim suas crianças forem vítimas desse caos, saiba como diferenciar a gripe do resfriado. Saber discernir um do outro ajudará muito a respeito do que fazer, em cada caso.

Então, qual a diferença entre gripe e resfriado?

Embora sejam doenças infecciosas causada por vírus, a gripe e o resfriado possuem sintomas diferentes. E, para cada uma dessas doenças, os cuidados são diferenciados.

O resfriado é uma infecção viral cujos sintomas são mais brandos e ocorrem de forma gradativa. Dura cerca de 4 dias e a febre não ultrapassa 38 graus. Espirros e coriza são comuns nesse tipo de infecção, mas tosse ou dores no corpo não ocorrem. O tratamento deve ser feito em casa e envolve hidratação, alimentação equilibrada e repouso. O uso de antitérmicos em caso de febre e de analgésicos em caso de dor é indicado.

A gripe, por sua vez, tem os sintomas mais severos, o que requer os cuidados de um profissional da saúde. Tem duração média de 7 dias e a febre supera os 38 graus. Tosses e dores no corpo são comuns. Já o espirro e a coriza não são sintomas característicos. Ela vem sem aviso prévio, deixando sua vítima bastante debilitada. Tamanha é a sua ação impeditiva na vida das pessoas que hoje há remédios específicos para seu tratamento. Além disso há também a distribuição de vacinas com o objetivo de preveni-la.

Tratar a gripe de forma responsável, através dos profissionais capacitados para tal, evita que complicações mais sérias possam surgir, comprometendo ainda mais a saúde do paciente. Portanto, o cuidado com crianças deve ser redobrado devido à sua maior vulnerabilidade diante da ação desses vírus.

E aí? Bora prevenir?

por Liliane Oliveira

Nenhum Comentário Ainda

Deixe o seu comentário!

To Top